Parâmetros físico-químicos de diferentes resíduos agroindustriais para fins energéticos

Ana Lúcia Piedade Sodero Martins PINCELLI, Ivan Souto de QUEIROZ

Resumo


Esse estudo apresenta uma avaliação do potencial energético dos resíduos oriundos do processamento mecânico de madeira de reflorestamento e do processo de beneficiamento dos frutos. Os resíduos lignocelulósicos são classificados como materiais orgânicos, e estes são a principal fonte de geração de energia a partir da biomassa O objetivo foi avaliar o potencial desses resíduos, como matérias-primas limpas e renováveis, susceptíveis de ser transformados em energia (bioenergia). Analisaram-se os resíduos provenientes de serrarias (serragens de eucalipto e de pinus) e cascas de banana e de laranja, tendo sido determinadas as seguintes propriedades: teor de umidade, densidade a granel, teor de cinzas e poder calorífico superior, inferior e útil. Os resultados indicam que todos os resíduos, com exceção da casca de banana, cujo teor de cinzas foi de 14,27%, possuem potencial como fonte bioenergética. Entretanto, os melhores resíduos foram o eucalipto e o pinus, devido aos menores teores de umidade e de cinzas, que apresentaram, consequentemente, maior poder calorífico.

 

Palavras-chave: eucalipto, pinus, casca de laranja, casca de banana.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


______________________________________________________________FATEC Piracicaba - www.fatecpiracicaba.edu.br